segunda-feira, 26 de julho de 2010

Cineclube Curta Doze e Meia entre praias, jangadas e coqueiros

Na próxima quinta-feira (29) o Cineclube Curta Doze e Meia exibirá os vídeos “Odoiá” e “A Última Terra”. O curta e o média-metragem, respectivamente, encerram a programação do mês de julho, em homenagem ao inquieto e provocador Marco Hanois. Após a sessão haverá um bate-papo descontraído com os artistas que participaram das produções. As exibições do Curta Doze e Meia ocorrem todas as quintas-feiras no auditório do Centro Cultural Correios – CCC Recife, sempre às 12h30 e entrada gratuita.

Livre adaptação do conto “O Pescador e sua Alma”, de Oscar Wilde, o curta-metragem Odoiá foi todo filmado no município do Cabo de Santo Agostinho (PE), em 1995, e nos conduz a um mergulho antropológico na simplicidade do homem do mar. Já em “A Última Terra” a vídeoarte torna a aparecer nos trabalhos do Hanois, desta vez também como um vídeopoema que narra o processo de ocupação urbana das praias do nordeste do Brasil. Os dois vídeos tiveram a direção de Marco Hanois.

O Cineclube Curta Doze e Meia é uma realização do Centro Cultural Correios – CCC Recife através da iniciativa de cineclubistas de Pernambuco - que já desenvolvem atividades com exibição de filmes em diferentes regiões do Estado – com o apoio do Coletivo NegoBom e do Ministério da Cultura Representação Regional Nordeste.


Marco Hanois - Diretor, roteirista e artista plástico, faleceu em novembro de 2007, aos 42 anos. Artista que tem no seu currículo mais de 10 curtas-metragens, além de trabalhos para televisão, vídeo e cinema. Entre os destaques estão: “Cassino Americano”, premiado no Festival de Vídeo de Tokyo; “Chega de Cangaço”, exibido pela TV Globo; “Objeto Abjeto”, prêmio de roteiro do 45º Salão de Artes de Pernambuco e melhor documentário do VI Festival de Vídeo do Recife; “Incenso” – ainda inédito - prêmio de roteiro no Concurso Firmo Neto – Edição 2005 e finalização contemplada com o 2º Edital do Programa de Fomento à Produção Audiovisual de Pernambuco / 2009.


Vídeos a serem exibidos:

Odoiá
– 1995 - 23' 30" - O tormento do pescador impossibilitado de sacramentar seu amor com uma criatura do mar está inserido no imaginário de quem vive entre jangadas e coqueiros.  O pescador, num dilema existencialista, tenta libertar-se da alma que o afasta da plenitude do amor. Vida e morte, fé e mistério. Mergulho antropológico na simplicidade do homem do mar, “Odoiá” é uma adaptação livre de “O Pescador e sua Alma”, da obra de Oscar Wilde.

A Última Terra – 1991 – 40' – Com Patrícia França, Robson Duarte e Cláudia Figueiredo. Música de Zé da Flauta. Uma aventura em vídeoarte, onde a natureza é o personagem principal. Imagens e poesias narram o processo de ocupação urbana das praias do nordeste do Brasil.


Nossa vinheta: 

video



Serviço:

Cineclube Curta Doze e Meia

Dias 01, 08, 15, 22 e 29 de julho de 2010
todas as quintas-feiras do mês, às 12h30
ENTRADA GRATUITA

Auditório do Centro Cultural Correios Recife
Av. Marquês de Olinda, 262 – Bairro do Recife

Informações: (81) 9223-2182 / (81) 9950-0166
curtadozemeia@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário